Se Conecte com o Limbo Reverso

Destaque Capa

Invencível (Invincible): Diferenças entre a Série e Quadrinhos

Publicado há

em

Invencível (Invincible), da Amazon Prime, é bastante fiel ao seu material de origem. Fisicamente, a maioria dos personagens superpoderosos da série parecem semelhantes aos seus homólogos dos quadrinhos, e seus poderes permanecem relativamente inalterados. O ritmo da história também permanece intacto: nos quadrinhos, o jovem Mark Grayson fica sabendo de sua herança Viltrumita proveniente de seu pai, assim como acontece na série. Na verdade, a cena em que testemunhamos pela primeira vez seus poderes se manifestarem na animação de TV – quando ele involuntariamente joga um saco de lixo nas nuvens – se desenrola de forma idêntica em “Invincible” nº 1 de 2003.

Mas poucas histórias de super-heróis em quadrinhos, se houver, sobrevivem à sua transição para a tela sem incorrer em algumas mudanças, e “Invencível” não é exceção. Algumas das diferenças entre a página e a tela existem por motivos legais. Algumas existem para refletir o mundo real com mais precisão. Alguns surgiram apenas para contar uma história mais divertida. Quaisquer que sejam os motivos que os criadores tiveram, essas são algumas das maiores diferenças entre “Invencível” da Amazon Prime e a série de quadrinhos que começou tudo.

 

(Aviso – há grandes spoilers de Invencível abaixo, tanto série quanto dos quadrinhos!)

 

Como surge o codinome de Invencível

Fonte: Image Comics // Tradução livre: “Você não é invencível, sabe”.

O codinome de super-herói do personagem Mark Grayson é único em alguns aspectos. Para começar, ele escolhe um adjetivo: é como se Clark Kent protegesse Metrópolis como “Super”. Por outro lado, considerando a frequência com que Invencível aparece hospitalizado, há um pouco de ironia ligada ao nome.

A forma como Mark inventa o codinome na série não se afasta muito dos quadrinhos – o que muda é a fonte. Perto do final do episódio de estreia, Nolan diz ao filho: “Crianças da sua idade pensam que são invencíveis e isso os impede, torna-os descuidados. O fato é que você é diferente. Na verdade, é invencível”. Pela expressão no rosto de Mark, sabemos que a inspiração grudou na mente dele.

Em contraste, na primeira edição da história em quadrinhos, é o diretor do colégio de Mark que lhe dá o nome. Mark é chamado à sala do diretor depois de proteger outro aluno de um valentão muito maior. Sem saber dos poderes de Mark, o diretor o avisa: “Você não é invencível, sabe.” Novamente, vemos a palavra dar a Mark a ideia de que ele precisa. Além disso, em vez de revelar o nome em uma luta com o vilão cibernético Kill Cannon, como acontece na série, “Invincible” n. 1 termina com Mark revelando o codinome para um esquadrão de ladrões de banco relativamente comuns.

 

A versão Invencível da Amazon oferece aos fãs muito mais diversidade

Fonte: Amazon Prime Video

Uma das maiores mudanças entre os quadrinhos “Invincible” e a série animada é o foco deste último projeto na diversidade – inclusive no que diz respeito ao próprio Invencível. Em uma entrevista de abril de 2021 à CBR, o co-criador de “Invencível”, Robert Kirkman, disse que nos quadrinhos a raça de Mark Grayson “é, mais ou menos, ambígua”. Na série da Amazon, no entanto, Mark é birracial: sua mãe Debbie é coreana-americana.

Junto com Mark e sua família, vemos uma visão mais ampla da humanidade no círculo social de Mark também. Amber – o interesse amoroso de Mark durante a maior parte da 1ª temporada – é negra na série de TV, mas branca no material de origem. Amber também é um personagem muito mais complexo, com uma personalidade mais forte na adaptação da Amazon, e tem uma reação muito diferente quando Mark se autointitula como Invencível. Depois, há William, que é abertamente gay desde o início da série. Nos quadrinhos, ele leva um tempo para entender sua sexualidade.

Em declarações à CBR, Kirkman disse que uma representação mais ampla é “a coisa certa a fazer”. Além disso, é prático: há “uma quantidade enorme de pessoas por aí que não se vêem no que consomem”, observou Kirkman, e assim “há um público faminto por essas coisas; na verdade, beneficia projetos”.

 

Uma cena sangrenta de Invincible é muito diferente nos quadrinhos

Fonte: Image Comics // Tradução livre:O sentimento era mútuo“.

Para quem nunca leu o material original, a cena final de “Já Estava na Hora” (It’s About Time) é uma surpresa sangrenta. Os Guardiões do Globo são enganados e convocam uma reunião de emergência em sua sede. Assim que os heróis chegam, Omni-Man revela sua face verdadeira e mata todos eles. Embora ele seja claramente a maior potência do embate, a equipe combinada lhe causa problemas o suficiente para que ele desmaie devido aos ferimentos no final.

Os assassinatos dos Guardiões são um caso muito mais decisivo no material de origem. Assim como ele faz na série, em “Invincible” n. 7 de 2003, Omni-Man atrai a equipe para sua sede. Ao contrário da longa batalha que vemos na série, no entanto, Omni-Man mata todos, exceto um dos Guardiões, enquanto se move tão rapidamente que nem mesmo o único sobrevivente – o Imortal – é capaz de identificar o assassino. Assim que Omni-Man se revela, o Imortal exclama: “Você! Eu nunca gostei de você”. Omni-Man decapita o Imortal com um único golpe e responde: “O sentimento era mútuo”.

 

Debbie Grayson é muito mais complexa no Invencível da Amazon

Fonte: Amazon Prime Video

Uma personagem que ganha muito mais profundidade em sua transição da página para a tela é Debbie, esposa de Omni-Man e mãe de Invencível. Embora esteja claro que Debbie quer acreditar que Nolan não é capaz dos crimes que cometeu, a investigação de Damien Darkblood eventualmente muda sua mente. Nolan descobre suas suspeitas e, a princípio, parece que ele pode conseguir escapar delas com um charme. Mas, no final das contas, Debbie o vê como ele realmente é.

No material de origem, Debbie não é tão ativa. Seja devido à negação ou porque Nolan é muito inteligente para todos, Debbie é totalmente ignorante sobre a duplicidade de seu marido até que tudo seja revelado. Na verdade, os fãs da série que não leram os quadrinhos provavelmente ficariam chocados com a forma como Debbie reage após a revelação. No final de “Invincible” nº 14 de 2004 – duas edições depois que Omni-Man bate em Invencível quase até a morte – Mark chega em casa e encontra sua mãe chorando no chão da cozinha. Quando ele tenta confortá-la, Debbie o culpa, gritando: “Por que você teve que lutar com ele, Mark? Por que você teve que afastá-lo?”

 

A vingança de um mordomo é cortada de Invincible da Amazon

Fonte: Image Comics // Tradução livre:O que você fez, velho amigo? O que você fez?“.

Uma pequena história deixada de fora da série de TV envolve um plano de vingança mal concebido que interrompe um funeral. Em “Invincible” nº 8 de 2004, heróis de outras séries publicadas pela Image Comics como Savage Dragon, Mighty Man e SuperPatriot se reúnem para homenagear os Guardiões caídos. Enquanto Omni-Man faz o elogio aos heróis, o monumento de pedra atrás dele explode, e Sanford, mordomo do falecido Guardião Sansão Negro (Black Samson), aparece no céu, vestindo a armadura de poder de seu empregador.

O problema de Sanford com os Guardiões é que eles, segundo ele, abandonaram seu empregador. Em algum momento antes dos eventos de “Invincible”, Sansão Negro perdeu seus superpoderes. Como resultado, os Guardiões deram a ele seus documentos de demissão. Sanford está furioso porque os Guardiões morreram antes que ele pudesse se vingar e jura destruir seus corpos em retaliação. Escolher atacar um funeral cheio de super-heróis prova ser tão estúpido quanto parece, e não demorou muito para que os planos do mordomo fossem frustrados.

 

Invincible da Amazon dá a Cecil Stedman uma atualização

Fonte: Image Comics // Tradução livre:Oh, Deus… Você acordou” / “Eu… Eu pensei que poderia ser um sonho…”

Como chefe da Agência de Defesa Global (GDA), Cecil Stedman é essencialmente a resposta da série de TV a Nick Fury da Marvel, e um dos personagens mais importantes da animação. Ele suspeita dos crimes do Omni-Man antes de qualquer outra pessoa, e geralmente é Stedman quem permite que os novos Guardiões, Invencível e outros saibam sobre as ameaças iminentes. Uma vez que Omni-Man fica abertamente desonesto, Stedman organiza a pouca resistência que a Terra pode oferecer contra ele.

Nos quadrinhos, no entanto, Cecil Stedman não se torna uma parte importante de “Invincible” até depois da vitória sangrenta de Omni-Man sobre Mark. Na verdade, ele nem conhece Mark até “Invincible” n. 13 de 2004, quando nosso herói está se curando das feridas infligidas por seu pai. Ao contrário de sua contraparte na adaptação da Amazon, Stedman aqui afirma ter sido tão ignorante quanto todos os outros sobre os planos de longo prazo do Omni-Man. Embora ironicamente, ele admite sua ignorância ao entregar uma lista de suas credenciais de espião-mestre de uma forma notavelmente presunçosa. Por exemplo, ele diz a Mark: “Tenho uma posição tão elevada no governo dos EUA que nem mesmo tenho uma posição. Estou tão acima do chefe da CIA que ele nem sabe que eu existo”.

 

Outra pessoa envia Invencível para encontrar um inimigo nos quadrinhos

Fonte: Image Comics // Tradução livre:Esse é bom” / “Você acha que isso é um jogo?” / “De jeito nenhum“.

Em “Ou Vai ou Racha” (Here Goes Nothing), Invencível tem sua primeira briga espacial com o poderoso e telepático Allen, o Alien. Nos quadrinhos, essa briga acontece em “Invincible” nº 5, de 2003, e na maior parte se desenrola da mesma forma que na série. Invencível e Allen lutam, e Allen é finalmente revelado como um Oficial de Avaliação que testa os defensores de diferentes planetas. Logo após a partida de Allen, Invencível tem um momento alucinante ao olhar para a Terra da superfície da lua.

A única grande diferença entre a página e a tela é como Mark acaba lutando contra Allen em primeiro lugar. Nos quadrinhos, Omni-Man liga para Mark e pede a ele que cuide do alienígena que se aproxima da Terra porque ele está em uma missão importante com os Guardiões e não pode ser poupado. Na série de TV, no entanto, a luta acontece depois que os Guardiões foram todos assassinados. Cecil Stedman aparece na casa de Grayson para pedir ajuda a Omni-Man, Debbie protesta que ele ainda está se recuperando de seus ferimentos, e Mark se oferece para tomar seu lugar. Pode parecer uma pequena diferença, mas muda a dinâmica da história: Cecil tem outra chance de falar com Omni-Man sobre os assassinatos dos Guardiões, o que permite que Omni-Man saiba que Cecil está em seu encalço.

 

Invencível tem mais dificuldade para aprender a voar na série

Fonte: Image Comics // Tradução livre:Uau. Eu poderei voar?

Mark Grayson não adquire o dom de voar imediatamente em “Já Estava na Hora” e sofre algumas aterrissagens que o matariam se ele não tivesse sua durabilidade aprimorada.

Mark primeiro tenta voar no meio da noite sem contar a ninguém, quase provoca um acidente com um jato de passageiros, perde a consciência em grande altitude e acorda pouco antes de cair na rua. No dia seguinte, enquanto seu pai o treina na arte de voar, Mark parece melhorar – mas quando Omni-Man diz a ele para pousar, ele não consegue descobrir como diminuir a velocidade. Ele cai mais uma vez, desta vez criando uma cratera maior.

Os quadrinhos, no entanto, não nos mostram esses problemas iniciais de voo. Em “Invincible” n. 1, Mark sobe em seu telhado no meio da noite para testar seu vôo, assim como na série. A princípio, ele fica acanhado com a perspectiva de pular da borda, mas assim que o faz e flutua em vez de cair, seus problemas em estar no ar chegam ao fim.

 

Um dos quadrinhos favoritos de Invencível é um pouco diferente na série

Fonte: Image Comics

Um dos pequenos detalhes que você deve ter notado em “Invencível” da Amazon é que seu personagem principal é, apropriadamente, um fã de quadrinhos. Em particular, seu personagem favorito parece ser o feiticeiro antropomórfico Séance Dog. Mark o chama de “um Jack Russell Terrier que é um mestre nas artes metafísicas”, e as fotos que vemos dos pôsteres e quadrinhos do herói canino apresentam um traje que lembra o do Doutor Estranho.

Os fãs dos quadrinhos “Invincible”, no entanto, provavelmente esperavam um easter egg ligeiramente diferente. No material de origem, não é Séance Dog o personagem admirado por Mark, mas Science Dog. Robert Kirkman e Cory Walker deram ao protagonista do cão gordinho suas próprias histórias de apoio nas edições de “Invincible”, que mais tarde foram reimpressas como quadrinhos de uma única edição e, eventualmente, uma coleção própria.

Em março de 2021, Kirkman disse a Decider que a mudança foi feita para manter as opções abertas para uma possível adaptação do “Science Dog”. Embora não tenha identificado nenhum plano específico para o “Cão da Ciência”, Kirkman disse que a propriedade foi mantida fora do negócio com a Amazon, caso surgisse uma oportunidade.

 

Um personagem que se sacrifica no Invencível da Amazon tem um destino diferente nos quadrinhos

Fonte: Image Comics

Um personagem de “Invencível” sai cedo da série de TV. No penúltimo episódio da 1ª temporada “Precisamos Conversar” (We Need to Talk), o agente do GDA Don Ferguson se sacrifica para dar a seus colegas tempo para escapar de Omni-Man e uma chance de atordoá-lo com uma explosão. No final das contas, entretanto, isso nem mesmo diminui a velocidade do vilão. Embora Ferguson não seja o personagem mais importante na série de TV ou nos quadrinhos, sua morte na 1ª temporada é uma das partidas mais potencialmente impactantes do material de origem.

Como seu chefe Cecil Stedman, Ferguson faz sua primeira aparição em “Invincible” n. 9 de 2004. Ao contrário de sua contraparte na TV, ele não apenas sobrevive pelo resto da série, como ele finalmente se revela um ciborgue. Supondo que ele não tenha ressuscitado – o que não é necessariamente uma suposição segura quando se fala em mídia de super-heróis – sua passagem em “Precisamos Conversar” marca a primeira morte de um personagem que, de outra forma, seria uma presença de longo prazo.

 

A invasão dos Flaxan dos quadrinhos Invincible se desenrola de forma diferente

Fonte: Image Comics / Tradução Livre:Sim, e se não existissem tantos deles… nós estaríamos ganhando essa batalha

Considerando uma dica bastante forte lançada no final do final da 1ª temporada, é certo que não vimos o último dos flaxans de pele verde em “Invencível” da Amazon. Será interessante ver como seu enredo progride, especialmente considerando o quão diferente sua invasão é tratada nos quadrinhos. De várias maneiras, a série conta a história dos quadrinhos de trás para frente.

Na animação, os alienígenas fazem sua primeira tentativa de invasão em “Ou Vai ou Racha”, enquanto Omni-Man ainda está se recuperando dos ferimentos que recebeu ao assassinar os Guardiões. Com Omni-Man e os Guardiões mortos, cabe a Invencível e a Equipe Adolescente lutar contra eles. No final do episódio, Omni-Man está de volta para ajudá-los. Ele mergulha no portal para o mundo natal dos Flaxans e, fora dos olhos curiosos da Terra, causa destruição massiva e morte antes de voltar para casa.

Em “Invincible” nº 3 de 2003, são na verdade Invencível e Omni-Man quem luta pela primeira vez contra os Flaxans. Enquanto eles repelem a invasão, um dos Flaxans captura Omni-Man e o traz para sua dimensão natal. Omni-Man não retorna até a próxima edição, quando ele conta a Mark e Debbie uma história sobre perder temporariamente seus poderes e liderar uma revolta contra seus captores.

 

A introdução de Damien Darkblood é muito diferente nos quadrinhos

Fonte: Image Comics / Tradução Livre:Ele saiu agora. Não sei quando ele voltará. Quer deixar algum recado para ele?” / Sim. Diga a ele que eu tenho pistas sobre o caso dos Guardiões do Globo assassinados. Eu estou perto de descobrir quem fez aquilo”. / “Hã? Todo mundo sabe que Omni-Man fez aquilo. É um caso encerrado. Você não costuma ver notícias muito, né?”

Uma das figuras mais misteriosas da primeira temporada de “Invencível” da Amazon é Damien Darkblood. O detetive demoníaco parece ser um dos primeiros personagens da série a suspeitar da culpa do Omni-Man pelo assassinato dos Guardiões, e é em grande parte a investigação de Darkblood que desperta as suspeitas de Debbie sobre seu marido. Na verdade, Darkblood chega tão perto da verdade que o chefe do GDA, Cecil Stedman, o bane para o Inferno, temendo que revelar Omni-Man como o assassino antes que o GDA esteja pronto seja um erro.

Embora Darkblood faça parte da investigação de assassinato dos Guardiões nos quadrinhos “Invincible”, ele está longe de ser uma figura proeminente e, na verdade, é tratado como uma espécie de piada. Ele é apresentado ao entrevistar Omni-Man em “Invincible” nº 8 de 2004. Ele revisita a cena do crime duas edições depois. Em “Invincible” n. 16, ele aparece no Pentágono exigindo ver Cecil, porque está “perto de descobrir quem” assassinou os Guardiões… embora, como a recepcionista de Cecil lhe disse, já seja de conhecimento geral que Omni-Man é o culpado.

Também fica bem claro nos quadrinhos que Darkblood é uma paródia do infame anti-herói Rorschach da revolucionária série de quadrinhos “Watchmen. Quando encontramos Darkblood pela primeira vez em “Invincible” n. 8, ele aparece completamente de costas, e parece ser na verdade Rorschach. Ele até compartilha a marca registrada de Rorschach, “Hurm”, e a borda distinta e caótica em seus balões de diálogo.

 

Invencível vs. Omni-Man

Fonte: Image Comics / Tradução Livre:Por favor.

O final da primeira temporada de “Invencível”, “A Verdade” (Where I Really Come From), é implacável em seu retrato brutal da batalha unilateral entre Invencível e seu pai. No material de origem, os eventos descritos no episódio acontecem ao longo de duas edições de quadrinhos: “Invincible” de 2004 n. 11 e n. 12. O final da 1ª temporada prova ser um dos momentos mais precisos dos quadrinhos da série. Existem, no entanto, algumas diferenças importantes.

Por um lado, nos quadrinhos, o foco está totalmente na luta entre Invencível e Omni-Man. Na série, a ação ocasionalmente corta para o GDA, onde Cecil e Debbie assistem à batalha. Também vemos os novos Guardiões, que discutem se devem ou não ajudar Invencível. Por outro lado, enquanto as palavras do Omni-Man sobre sua esposa são cruéis na série – ele diz que ela é “mais como um animal de estimação” para ele do que uma esposa – nos quadrinhos, Omni-Man é ainda mais cruel. Ele diz diretamente ao filho: “Sua mãe não significa nada para mim”.

Mais significativamente, a sede de sangue de Omni-Man é intensificada na série. Está claro nos quadrinhos que as pessoas estão morrendo na esteira da batalha e que Omni-Man não se importa. Na série da Amazon, no entanto, Omni-Man faz questão de maximizar as baixas para “educar” Mark sobre ser um Viltrumita. A cena mais chocante no final da temporada, em que Omni-Man mantém Mark no caminho de um trem de metrô que se aproxima, não acontece no material de origem.

Fonte: Looper (adaptado)

Continuar Lendo
Clique para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque Capa

Como limpar suas figuras de ação

Publicado há

em

Esse passo a passo simples (porém muito útil) é baseado no texto original de Reis O’Brien para o site The Spruce Crafts. Usamos esse método de limpeza em algumas figuras de ação há alguns anos e achamos o mais seguro e efetivo, desde que sigam o passo a passo com atenção. Recomendamos inclusive que seja feito esse processo logo quando as figuras forem compradas, já que não sabemos quais tipos de sujeira elas possuem, e seus defeitos escondidos. Então, vamos lá!

 

Uma figura de ação limpa é uma figura de ação feliz

Às vezes, você encontra aquela figura de ação rara que procura há anos no canto de um bazar ou em uma venda de garagem ou no Mercado Livre, Shopee e, embora tenha feito um ótimo negócio, percebe que essa figura já teve dias melhores. Há um pouco de mancha e sujeira acumulada nas articulações, tem alguma gosma misteriosa presa no pé esquerdo e anos de poeira do sótão fizeram essa figura de ação precisar seriamente de um banho.

Não é um problema! Tudo que você precisa são alguns suprimentos domésticos básicos e já está pronto para começar.

A primeira coisa que você precisa é de uma bacia com água morna (não quente!). A água quente pode fazer com que o plástico amoleça e fique deformado; água morna vai fazer muito bem. A bacia deve ser grande o suficiente para submergir completamente a figura.

 

O que você precisará

Você precisará encontrar uma escova de dentes com cerdas macias. Uma nova funciona melhor, pois estará livre de resíduos de pasta de dente, que podem ser abrasivos e arranhar a tinta da figura.

Você também precisará de um sabonete líquido, como sabonete para as mãos ou detergente para louça que não contenha hidratantes. Os hidratantes deixarão sua figura com uma sensação gordurosa e podem ter efeitos adversos na pintura ou no plástico.

Além disso, pegue toalhas de papel, algumas para trabalhar e outras para mais tarde.

E não se esqueça da sua figura de ação! Nas experiências do Limbo Reverso, geralmente utilizamos bonecos usados da linha Marvel Legends comprados pela internet.

 

Dê uma boa olhada em sua figura

Examine sua figura com muito cuidado, observando os pontos mais problemáticos. Veja como as figuras tendem a ficar com muita sujeira dentro e ao redor de suas articulações. Além disso, procure as regiões com maiores problemas, como manchas mais fortes.

Se você identificar áreas problemáticas, certifique-se de dar atenção suficiente a elas durante a limpeza.

 

Um bom banho relaxante

Mergulhe a figura na água morna por cerca de 5 minutos. Isso removerá a maior parte da poeira e começará a agir nas piores áreas, quebrando a sujeira e outras substâncias que possam ter se acumulado.

 

Esfregue, esfregue, esfregue!

Coloque uma pequena quantidade de sabão na escova de dentes, apenas uma pequena gota, e comece a esfregar suavemente a figura, ainda molhada da imersão. Não use muita pressão, apenas o suficiente para limpar a sujeira e as manchas.

Usando movimentos curtos e uniformes, esfregue a figura da cabeça aos pés, certificando-se de entrar nas articulações e em qualquer outra área de difícil acesso.

Ensaboe a figura!

Depois de colocar o sabão em todos os cantos e furos, deixe a figura descansar em uma toalha de papel por cerca de 1 minuto. Isso dará aos detergentes do sabão ainda mais tempo para quebrar quaisquer manchas realmente difíceis que a figura possa ter.

Certifique-se de não deixar a figura muito tempo ensaboada; você não vai querer que o sabão seque na figura.

A Esfoliação Final

Coloque a figura de volta na bacia de água morna e use a escova de dentes para dar uma esfregada final. Este passo deve realmente limpar as partes mais difíceis.

Novamente, certifique-se de usar uma pressão suave e uniforme com a escova de dentes.

 

Enxaguar Completamente

Levando a figura de ação para a pia da cozinha ou do banheiro, passe-a sob um pouco de água morna para lavar o excesso de sabão e sujeira. Vire a figura de cabeça para baixo, de lado e de todas as maneiras que você puder imaginar. Isso garantirá que cada pequena área da figura seja bem enxaguada, tirando todos os resíduos de sabão.

 

Uma Secagem Suave

Com uma toalha de papel, dê leves batidinhas na figura, absorvendo o máximo de água que puder. Você deve ter cuidado para não esfregar com a toalha de papel, pois isso é apenas um desgaste desnecessário na pintura, já que algumas toalhas de papel podem ser um pouco abrasivas.

Não use secador de cabelo! Parece uma tentadora economia de tempo, mas acabará por arruinar sua figura, que é feita de um plástico que não foi projetado para suportar esse tipo de calor.

 

Agora deixe descansar um pouco

Depois de deixar a figura quase seca, você precisará pegar outro pedaço de papel-toalha limpo e simplesmente deixar a figura descansar sobre ela para secar ainda mais. Existem muitas pequenas áreas em uma figura de ação que a toalha de papel não pode alcançar e você terá que deixar a boa e velha evaporação fazer seu trabalho.

Guarde a figura em sua toalha em um local seguro, longe da luz solar direta (a luz do sol pode destruir uma figura de ação) e de preferência onde não fique muito empoeirado.

Deixe a figura descansar por cerca de 12 horas antes de colocá-la de volta na prateleira.

Fonte: The Spruce Crafts (adaptado)

Continuar Lendo

Destaque Capa

Lista completa de filmes e séries da Marvel Studios em 2022

Publicado há

em

O Universo Cinematográfico da Marvel (UCM, ou MCU em inglês) continua a crescer no Multiverso em 2022. Depois de 2020 se tornar o primeiro ano sem um filme da Marvel Studios desde 2009, em meio a uma pandemia desafiadora, a Marvel inaugurou a Fase 4 do MCU com uma expansão para a tela pequena que era tudo menos “pequena.” Em janeiro, a série vencedora do Emmy WandaVision estreou na Disney+ como a primeira série original da Marvel Studios, seguida por Falcão e o Soldado Invernal, Loki, a primeira série animada dos estúdios, What If…? (O Que Aconteceria Se…?), e o sucesso de Natal, Gavião Arqueiro. Em dezembro, após o lançamento dos blockbusters Viúva Negra, Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis e Eternos, a Marvel encerrou 2021 com Homem-Aranha: Sem Volta para Casa, da Sony, o primeiro filme a fazer o que só uma aranha pode: se tornar o único filme de bilheteria de 1 bilhão de dólares em plena era da pandemia.

Em 2022, outra era começa quando a Fase 4 continua a explorar o Multiverso com o retorno e novos super-heróis como Cavaleiro da Lua (Oscar Isaac), Mulher-Hulk (Tatiana Maslany), Kamala Khan (Iman Vellani) e Riri “Ironheart” Williams (Dominque Thorne). Confira abaixo os filmes e séries do Disney+ anunciados para 2022:

Moon Knight (Cavaleiro da Lua)

Oscar Isaac (X-Men: Apocalipse, Star Wars: A Ascensão Skywalker) interpreta Marc Spector, um ex-fuzileiro naval que se tornou mercenário com transtorno dissociativo de identidade, e então é escolhido pelo deus da lua egípcio Konshu para se tornar o “cavaleiro da lua”. O cineasta egípcio Mohamed Diab (Clash, Cairo 678) e a dupla Justin Benson e Aaron Moorhead (V/H/S: Viral, Synchronic) dirigem a série co-estrelada por Ethan Hawke (A Entidade) e May Calamawy (Ramy).

Data de lançamento: 2022 (dia ainda será anunciado) na Disney+

Doctor Strange in the Multiverse of Madness (Doutor Estranho no Multiverso da Loucura)

Saindo dos eventos de Homem-Aranha: Sem Volta para Casa, o feiticeiro Stephen Strange (Benedict Cumberbatch) retorna em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura. Do diretor original da trilogia do Homem-Aranha, Sam Raimi, a sequência do filme original Doutor Estranho de 2016 une o bom médico ao Feiticeiro Supremo Wong (Benedict Wong), a Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen) e a estreante do MCU America Chavez (Xochitl Gomez) enquanto enfrentam a maior ameaça a todo o Multiverso: Stephen Strange!

Data de lançamento: 6 de maio de 2022 nos cinemas

 

She-Hulk (Mulher-Hulk)

Conheça Jennifer Walters (Tatiana Maslany), uma advogada especializada em casos jurídicos relacionados a super-humanos. A produtora executiva Kat Coiro (Brooklyn Nine-Nine, It’s Always Sunny in Philadelphia) e Anu Valia (Awkwafina Is Nora from Queens, Eu Nunca…) dirigem a série de comédia jurídica da produtora executiva e roteirista Jessica Gao (Frango Robô, Rick e Morty). Mulher-Hulk promete dar as boas-vindas a vários personagens da Marvel na série, incluindo o primo Vingador de Jennifer, Bruce Banner (Mark Ruffalo), e o vilão Abominável (Tim Roth), do filme O Incrível Hulk.

Data de lançamento: 2022 (dia ainda será anunciado) na Disney+

 

Secret Invasion (Invasão Secreta)

Uma adaptação do evento da Marvel Comics de mesmo nome, Invasão Secreta reúne o ex-espião da SHIELD Nick Fury (Samuel L. Jackson) e o metamorfo Skrull Talos (Ben Mendelsohn) após os filmes Capitã Marvel e Homem-Aranha: Longe de Casa, de 2019. Thomas Bezucha (Tudo em Família, Deixe-o Partir) e Ali Selim (Criminal Minds, Manhunt: Deadly Games) dirigem a série conectada a Capitã Marvel 2.

Data de lançamento: 2022 (dia ainda será anunciado) na Disney+

 

Thor: Love and Thunder (Thor: Amor e Trovão)

Reunindo os poderosos Thor (Chris Hemsworth) e Jane Foster (Natalie Portman), a sequência do diretor Taika Waititi para Thor: Ragnarok de 2017 apresenta os Guardiões da Galáxia e Gorr, o matador de deuses, o Carniceiro dos Deuses (Christian Bale). Após os eventos de Vingadores: Ultimato, Jane prova ser digna do poder do Mjolnir em Thor 4, que chega aos cinemas neste inverno.

Data de lançamento: 8 de julho de 2022 nos cinemas

 

Ms. Marvel

Antes que ela entre em ação ao lado da Capitã Marvel (Brie Larson) e Monica Rambeau (Teyonah Parris) em The Marvels de 2023, conheça a Ms. Marvel (Vellani) em sua série com mesmo nome realizada pela Marvel Studios. Adil El Arbi e Bilall Fallah (Bad Boys para Sempre, Batgirl) estão entre os diretores da série derivada do escritor principal Bisha K. Ali (série Loki, da Marvel).

Data de lançamento: meados de 2022 na Disney+

Black Panther: Wakanda Forever  (Pantera Negra: Wakanda para Sempre)

A continuação do diretor Ryan Coogler para Pantera Negra de 2018 irá explorar os personagens e o mundo de Wakanda, o reino africano que já foi governado pelo rei T’Challa (Chadwick Boseman). A Marvel Studios anunciou que não irá reformular o papel de Boseman na sequência estrelada por Shuri (Letitia Wright), Ramonda (Angela Bassett), Nakia (Lupita Nyong’o), M’Baku (Winston Duke) e a General Okoye dasDora Milaje (Danai Gurira).

Data de lançamento: 11 de novembro de 2022 nos cinemas

 

The Guardians of the Galaxy Holiday Special (Especial de Natal dos Guardiões da Galáxia)

Do cineasta da franquia Guardiões da Galáxia, James Gunn, vem um spin-off especial antes de Guardiões da Galáxia Vol. 3 . Inspirado no Especial de Natal de Star Wars de 1978, o primeiro especial de televisão da Marvel segue o retorno de Groot (voz de Vin Diesel) ao seu planeta natal no Planeta X com os amigos Senhor das Estrelas (Chris Pratt), Gamora (Zoe Saldana), Drax (Dave Bautista), Nebula (Karen Gillan), Mantis (Pom Klementieff) e Rocket Racoon (voz de Bradley Cooper).

Data de lançamento: dezembro de 2022 na Disney+

 

Fonte: Comicbook (adaptado)

Continuar Lendo

DC Comics

DC revela novo Robin

Publicado há

em

Por muitos anos, havia apenas um Robin e, com o passar do tempo, o papel de parceiro do Batman se transformou em um posto legado que muitos carregaram ao longo do tempo. A continuidade principal da DC Comics permitiu principalmente que Damian Wayne permanecesse como o atual Robin, com nomes como Tim Drake, Stephanie Brown e outros se graduando em outras identidades heróicas, mas uma nova edição desta semana confirmou que outro personagem acabou tomando o título de Damian. Embora a edição de quadrinhos Batman/Catwoman Special n. 1, lançado como um interlúdio entre as edições da série de Tom King, passe a maior parte do tempo focando nos dois heróis titulares (Batman e Mulher-Gato), há um momento em que vemos que sua filha Helena se tornou Robin pelo menos por um momento.

A nova edição segue a vida da Mulher-Gato essencialmente do início ao fim, avançando alguns anos a cada duas páginas e focando em como sua vida está interligada com a de Batman desde que ela era jovem. Eventualmente, vemos a aproximação se desenrolar entre os dois, com Selina eventualmente engravidando e dando à luz Helena (que age no futuro como Batwoman na série limitada Batman/Catwoman). O especial de hoje alcança a adolescência de Helena em um certo ponto, revelando que seus pais discordam sobre levá-la para o campo de batalha, apenas para Bruce agir por conta própria e e fazer dela a nova Robin, lutando ao lado de sua mãe e seu pai. Confira abaixo.

Imagem: DC Comics

Legenda – Mulher-Gato: “Isso não é bom? E no Natal. Todo mundo com pressa. Eu acho que não ficamos mais juntos.” / Batman: “Gata, não é o momento…” / Helena: “Mãe, não é hora pra isso.” 

Infelizmente, não conseguimos conferir o uniforme completo de Robin, mas descobrimos que o nome completo dela neste futuro em potencial é “Helena Alfreda Wayne”. Há também um momento de ternura entre ela e sua mãe, em que Helena repete um mantra que sua mãe incutiu nela por seu tempo lutando contra o crime: “Se eu ver o Coringa, corro para o outro lado”, que ela repete três vezes.

Você pode encontrar o texto de propaganda completo e a arte da capa da edição abaixo.

 

Imagem: DC Comics

BATMAN CATWOMAN SPECIAL n.1
Escrito por Tom King e outros

Arte de John Paul Leon, Tommy Lee Edwards, Bernard Chang, Mitch Gerads e outros

Alguns grandes romances estão destinados a ser. A série Batman/Catwoman mostra aos leitores o romance entre Bruce Wayne e Selina Kyle à medida que mudava ao longo de suas vidas, mas, e suas conexões antes de se tornarem aventureiros fantasiados? Esta edição especial e meticulosamente ilustrada de John Paul Leon (Batman: Creature of the Night) traça a vida de Selina Kyle desde seus primeiros dias até sua entrada no submundo do crime e revela que Bruce era realmente uma presença em sua vida. durante todo esse tempo. Seja destino ou coincidência, esta história dá ainda mais razões para confirmarmos que a conexão entre Selina e Bruce é um dos casos de amor mais duradouros dos quadrinhos. Agora expandido para celebrar o legado do icônico artista John Paul Leon, cuja morte prematura após uma longa batalha contra o câncer chocou o mundo dos quadrinhos, este especial apresentará seu trabalho concluído para a história original e homenagens criadas em seu nome por alguns de seus amigos e admiradores mais próximos.

Fonte: Comicbook.com / (adaptado)

Continuar Lendo

Populares