Top 5 – melhores lutas com chefões na história de Resident Evil

A lista definitiva da batalha Humanos vs. Monstros

Original Por Jason Lopez em 23 de janeiro de 2017

A série Resident Evil passou por muitos altos e baixos. É considerada como uma das melhores franquias de survival horror (onde personagens desesperados e com poucos recursos tem que se virar em meio a demônios e outros seres sobrenaturais, a exemplo do também muito conceituado Silent Hill).  Apesar de ser uma das melhores séries do gênero, as últimas versões tiveram uma resposta morna dos jogadores – isso apenas pra falar de uma forma gentil.

Outras notícias sobre games.

Depois do Resident Evil 6, a Capcom decidiu voltar à mesa de desenho com seu lançamento mais recente, mudando a perspectiva de Resident Evil 7 de terceira para primeira pessoa e prometendo trazer de volta as emoções do survival horror. RE7 coloca os jogadores contra uma imensidão de adversidades como gerenciar rigorosamente seu inventário e sua saúde para sobreviver às abominações que irão encarar pela frente.

Considerando que o RE7 está pronto para levar a franquia de volta para suas raízes de horror, tem muita coisa a ser considerada. Zumbis, hunters, Ganados, lickers e spiders – o universo de Resident Evil está cheio de inimigos prontos para te rasgar em pedaços. Mas as lutas com os chefões são o que fazem seu coração bater a mil, são eles que te forçam a repensar sobre sua estratégia de combate para que não esgote seus recursos.

Esperamos que não seja diferente com os chefões de RE7. Enquanto isso, vamos dar uma olhada em algumas das lutas com chefões mais memoráveis da história de Resident Evil.

1. Nemesis

nemesis

Um dos chefes mais icônicos da série, Nemesis é a personificação da luta com chefão em Resident Evil: muitos encontros, um ser naturalmente grotesco e implacável em  te perseguir.

O compromisso de Nemesis em exterminar a equipe S.T.A.R.S. é o que o torna tão grandioso. Criado pela Umbrella a partir de bioengenharia, Nemesis é enviado para Raccoon City para destruir o que sobrou do esquadrão de operações especiais com o objetivo de não deixar nenhum vestígio das atrocidades da empresa relacionadas com o vírus. Depois de pegar alguns dos membros mais fracos, Nemesis gasta a maior parte de seu tempo caçando Jill Valentine – e a caçada é completamente aterrorizante.

Nemesis é imprevisível na primeira vez que você joga RE3. O único sinal de sua aproximação é uma trilha sonora que utiliza um recurso synth-heavy (sintetizador pesado) e que toca quando você adentra no ambiente. Quando ele aparece, você tem que agir rapidamente e decidir se você enfrentá-lo de uma vez ou fugir. A última escolha, no entanto, é a pior que se pode tomar, pois o Nemesis vai te alcançar,  arrebentando portas, janelas e paredes, até que te pegue e desfira o golpe mortal. E esta arma bio-orgânica é tão persistente em sua missão que carrega um assustador lançador de foguetes com ele!

Nemesis te mantém alerta o tempo todo por conta dos muitos encontros durante o jogo, e a única maneira de finalmente matar ele é usando um enorme canhão de raio laser – mas mesmo assim, ele ainda irá atrás de você uma última vez!

Quando Jill aplica o golpe final, é imensamente gratificante se livrar de um dos melhores vilões da série.

2. Tyrant / Mr. X

tyrant

Você encontra o B.O.W. (arma biológica) Tyrant pela primeira vez na mansão de Spencer em RE1, mas seus clones mortais também aparecem em Resident Evil 2. Na sequência, ele fica conhecido simplesmente como Mr. X, mas independentemente de qual forma de Tyrant você encontre, ele é um monstro gigante que deve ser detonado. A perseguição dele contra seu personagem, no clássico estilo “Jason Voorhees”, torna ele ainda mais aterrorizante assim que o gigante sem emoção começa a assombrar.

Como é típico em uma luta contra o chefe no Resident Evil, há vários encontros com o Tyrant. Chris e Jill inicialmente derrotam ele em um laboratório subterrâneo depois que ele faz espetinho do Albert Wesker, mas ele ressurge momentos depois no heliporto. Depois de uma negociação tensa e da ajuda de Brad Vickers com um grande foguete, Tyrant é derrotado, mas não esquecido de imediato.

A Umbrella não cometeu o mesmo erro duas vezes quando criou um clone de Tyrant meses mais tarde, que desencadeou uma apocalíptica Raccoon City como resultado da busca de uma última amostra do G-Virus. Claro, Leon e Claire tiveram a honra de encarar esse B.O.W. que atravessa paredes e escala escadarias, te deixando se sentir desesperado a cada luta.

Em última análise, o Mr. X seria algo como o modelo para aquele que seria o Nemesis no jogo seguinte.

3. Jack Krauser

jack_krauser

Resident Evil 4 foi a mudança de tom que a série precisava na época. Enquanto muitos críticos foram rápidos em criticar de forma rigorosa e negativa o jogo por introduzir um foco de ação pesada, RE4 continha alguns momentos memoráveis na série, incluindo a luta contra o ex-parceiro de Leon, Jack Krauser.

Introduzido no jogo de forma bastante atrasada, Krauser trabalha como um agente duplo para Wesker, trabalhando para Saddler e sequestrando a filha do presidente, Ashley. Uma vez que ele descobre o envolvimento de Leon, ele caça nosso herói favorito e se envolve em uma intensa batalha de faca. Se você puder sobreviver ao evento QTE (Quit Time Event), você encontrará Krauser em sua forma mais dominante.

Essa luta ocorre em uma antiga ruína espanhola. Ele usa armamento moderno como submetralhadoras e granadas flash, mas uma vez que você derruba ele em um monte de entulhos, acontece a mutação de Krauser a partir do seu braço, do qual brota uma fenomenal arma de lâminas metálicas. Essa arma não só tem alcance devastador, mas pode se transformar em um escudo, forçando Leon a mirar em seus pés ou esperar por um momento oportuno para atacar.

A batalha de Krauser é rápida e intensa, o que é uma evolução natural para a série. As brincadeiras de Krauser com Leon torna tudo ainda mais extremo considerando que esses dois personagens mantêm um profundo ódio recíproco.

4. Yawn

yawn

É uma serpente venenosa gigante de aproximadamente 12 metros de comprimento. Como não amá-la?

Yawn (bocejo, em português) era uma serpente geneticamente aumentada encontrada primeiramente pela equipe Bravo da S.T.A.R.S., na mansão Spencer. Os jogadores não encontram esse monstro até que se cruzem com um ferido Richard Aiken, que foi mordido pela cobra e necessitava do soro pra ser curado. Ao entrar no sótão da mansão, você passa a lutar contra Yawn em uma batalha claustrofóbica.

A apresentação desse chefe é lendária. Ele começa a desdobrar o corpo torcido do telhado e revelar suas presas gigantescas, Yawn te ataca com velocidade feroz. Se você conseguir não ser comido inteiro, vai alcançar algo que muitos não conseguiram. Infelizmente, muitos jogadores acabam sendo mordidos, o que os obriga a procurear mais soro contra o veneno e evitar a morte.

É uma grande luta que culmina em uma segunda batalha em uma biblioteca – e uma batalha que irá os livros de história.

5. William Birkin

birkin

O homem que criou o G-vírus merece um lugar nessa lista por sua ferocidade em caçar Leon, Claire, Ada, e até mesmo sua própria filha Sherry!

Birkin foi traído pela Umbrella depois de criar a sequência do T-virus. Emboscado por mercenários em seu laboratório e deixado para morrer, Birkin não teve escolha a não ser injetar o vírus letal em si mesmo, transformando-se em uma abominação implacável. Sua vingança não demorou muito, mas foi suficiente para que ele esmagasse várias amostras do vírus G no esgoto e espalhá-lo dentre os cidadãos de Raccoon City.

Seu primeiro encontro com Birkin acontece no porão do departamento de polícia de Raccoon City depois que ele infecta o pobre repórter  Ben Bertolucci. Não só o rosnado de Birkin é ameaçador, mas seu braço com um olho esbugalhado é assustador e feioso – e aquele cano de metal que ele leva.

Você luta contra Birkin várias vezes ao longo do jogo, com cada encarnação revelando uma versão mais grotesca do ex-cientista. Ele se torna tão bizarro, de fato, que ele finalmente se transforma em uma criatura parecida com Sarlacc (de Guerra nas Estrelas, aquela criatura enorme e medonha que engole Boba Fett), com seus dentes e tentáculos, enquanto persegue Leon e Clair por um trem descontrolado. É uma sensação incrível terminar um dos melhores jogos da geração, e merece estar nessa lista.

Menção Honrosa: Verdugo

verdugo

– Outro chefão do RE4? Tá certo isso?!

– Calma, me ouça…

Verdugo, termo espanhol que significa “carrasco”, é um dos vilões encapuzados que protegem o vil Ramon Salazar, aquele malfeitor esquisito que usa o estilo Napoleão. Ao longo de sua jornada, Salazar provoca Leon até que fica sem paciência e envia Verdugo atrás de você depois de você – e o encontro é pura felicidade à moda do Resident Evil.

Verdugo é rápido e furtivo. O monstro se agarra em você com sua cauda em forma de lança através do telhado ou do chão. Quando finalmente aparece, corre para você com tanta ferocidade que você mal tem tempo para baixar as vistas, e não é possível derrotá-lo com armas convencionais. Para matar Verdugo,  é preciso congelar ele com recipientes de nitroglicerina e, em seguida, descarrega toda sua munição sobre ele esperando que ele se destrua em pedaços. E isso nem é a estratégia recomendada, pois é preciso MUITA munição para derrubá-lo. É melhor que você fique se esquivando de seus ataques e depois corra para o elevador … se é que você vai durar tanto tempo.

Demora cerca de cinco minutos para que o elevador chegue, mas durante esse tempo Verdugo está em busca de sangue. Você está isolado e sozinho em um corredor escuro com um ser demoníaco violento, e esse é um grande momento na história de RE.

Pro Dica: na próxima vez que jogar RE4, NÃO use o lançador de foguetes que recuperou na caixa de vidro dentro do castelo no capítulo 3-3. Guarde essa arma para a luta com Verdugo, e quando ele chegar, congele ele com a nitroglicerina, e ele para o mundo do além com um tiro certeiro de foguete.

Traduzido em 15/02/2017.